• Rafa Nunes

Não se coloque numa caixinha.

Atualizado: 9 de Ago de 2018

UM POST SOBRE QUEBRAR REGRAS E ENCONTRAR O SEU ESTILO.

Sei que constantemente tenho falado sobre encontrar "seu estilo pessoal". Por ser uma mocinha que desde muito cedo roubava as revistas femininas da mãe para folhear, também sei o quanto pode ser difícil encontrar o que a gente realmente gosta dentro de tantos "pode/não pode" e "Tem que ter" e "se você tem o corpo tal". Então, me senti inspirada a escrever essa #aulinhadequinta pra vocês, uma "não-aula" para te incentivar a quebrar regras - porque a vida precisa ser aproveitada ao máximo, e nosso estilo também.


Iris Apfel, since 1921. ph: via Instagram.

Trangressão

Quando eu falo de quebrar regras, eu não tô falando pra você sair por aí usando uma bermudão de surfista de táctil para uma audiência jurídica. Isso seria só um vacilo (a não ser que você esteja querendo provar um ponto, mas vou deixar isso de lado por enquanto). Tô falando mesmo é de deixar os pré-conceitos de lado e se aventurar mais, se arriscar mais. Sabe aquela vozinha que fica na sua cabeça dizendo "menina baixinha não pode usar midi senão fica achatada", "homem de verdade não usa rosa", "gordinha não pode usar cropped e mostrar a barriga"..? Mande essa vozinha ir se LASCAR. Pode sim, pode testar tudo! O mais importante é sempre perceber como você se sente vestindo aquela roupa - e se você se sente massa, tá tudo certo!



Por que ser só 1 das ápice girls, quando você tem um pouco de cada uma dentro de si? ;) ph: rollingstone.com

mas se pode tudo, e a consultoria?

A consultoria de estilo, do jeito que eu aprendi a fazer (com essa mulherada massa aqui), nua tá aqui pra te colocar numa caixinha ou num cercadinho. A gente não quer te limitar a "estilo moderno / esportivo / romântico" - eu tô é fora de perfis pré-prontos!

Quero que você se conheça, que perceba o que faz o seu coração bater mais forte e seu olho brilhar quando tá refletindo no espelho. Com autoconhecimento, a gente aprende o que tem ou nao a ver com a pessoa que nós somos, e assim, a gente vai aprender a como colocar do lado de fora o que já tá dentro de você.

E isso vale até pra minhas amadas paletas de cor, viu? Eu NUNCA vou chegar pra uma cliente que ama preto e não tem essa cor na cartela, e dizer que ela tá "proibida"de usar. Análise de coloração pessoal não tem nada a ver com isso. O que eu vou fazer é apresentar um mundo de outras cores que vão ressaltar ainda mais a beleza natural dela, ensinar como usá-las a seu favor e que elas podem ser ótimas alternativas ao preto que ela já tá acostumada a usar. Não é proibir, é informar para dar poder de escolha consciente!


Como er de verdade, quando a visão tá toda bloqueada?

conhecimento

É por isso que é tão importante a gente se conhecer, olhar pra dentro. Pra não ficar comprando coisa só porque "tá na moda" e depois se arrepender, pra não se limitar de usar uma peça que acha incrível porque "fulano disso que não pode", pra não entulhar a vida e o guarda-roupa com coisas vazias de sentido, que a gente nem sabe direito o porquê de estarem ali, e só atrapalham a nossa rotina. Na vida e no guarda-roupa, acumulamos muito peso-morto que só limitam nossas possibilidades e empatam de enxergar novos caminhos. E eu falo isso pra vocês porque já fui super acumuladora de pesos-mortos - nunca acumulei dívidas, mas já acumulei roupas e coisas demais por estar insatisfeita com outros lados da minha vida.


A linha de pensamento é: como é que você quer se sentir? Como quer se mostrar pro mundo? Tem que seguir dresscode mas quer usar algo mais criativo junto? Quer disfarçar algo que não agrada tanto - ou passar a ver detalhes como atributos, e não como defeitos? Quer aprender a escolher - com menos medo e mais leveza - uma roupa que seja a sua cara? É assim que a gente trabalha. Abrindo os olhos pra um mundo novo e respeitando quem você é! Afinal, não é todo bumbum grande que quer ser disfarçado, nem todo peitão que quer sumir, nem toda baixinha que se sente mal de ser pequena!


As Kardashian tão aí pra provar: nem toda curva quer ser disfarçada! Clica pra ler mais sobre elas!

não se limite!

Por último, vou deixar aqui esse pedido: não se preocupe em se encaixar em perfis pré-concebidos de estilo, de corpo, de nada. Ninguém nasceu pra viver preso em uma caixa! Se você curte conforto, se é romântica, magra, gótica, curvilínea, sexy, clássica, esportiva, geek ou um pouco de tudo isso junto, não se coloque dentro de uma cerca pra agradar ninguém, e nem pra criar uma falsa zona de conforto que só vai te segurar. Não tô aqui pra te fazer se sentir inadequada por ser como é - já tem gente demais por aí fazendo isso.

Todo mundo é um sem-fim de inspirações, vontades, desejos... Vamos olhar pro lado de dentro e observar com mais carinho o que a gente tá vendo por lá. Assim, o reflexo no espelho vai ficar bem mais verdadeiro - e o sorriso também!


Bjos,

Rafa


ps: E se eu puder te ajudar a se encontrar e se expressar como você quer, através do que você veste, conte comigo pra trazer mais criatividade, cor e facilitar o seu dia-a-dia. Vou amar fazer parte dessa jornada!


5 visualizações

©2018 by Rafaella Nunes - Consultoria de Estilo. Proudly created with Wix.com